terça-feira, 11 de julho de 2017

Como combater o excesso de comprometimento nos treinos




 http://adm.ativo.com/upload/noticia/id1_n_d0b9797fa76720604a34515de93679ee.jpg

Nós já falamos aqui, em outro post, sobre a ansiedade do corredor e como isso pode acabar em lesão.  Para os treinadores, lidar com essa ansiedade e, digamos, um excesso de comprometimento do aluno é um 'problema' corriqueiro.  Problema porque, principalmente, o corpo precisa de tempo para descansar.

O excesso de comprometimento com o esporte não só expõe o organismo a machucados como geralmente leva quem perde um dia de treino a sentir uma tremenda culpa. Porém, o corpo precisa de tempo para se recuperar e assimilar a carga que foi oferecida a ele.

Uma boa dica para os treinadores darem para que o corredor não fique com essa culpa é fazer a sugestão da prática de outra atividade física, com movimentos que ele não costuma fazer normalmente como nadar, pedalar, jogar bola etc.

Uma outra dica boa para ver se o descanso é necessário é usar um frequencímetro para ver a quantas anda o seu coração. Ponha o monitor cardíaco antes de dormir, para que possa medir a sua frequência cardíaca assim que acordar, antes de levantar da cama. Se ela estiver 10% mais alta que o habitual, o melhor é tirar o dia para descansar, pois o corpo ainda não assimilou o treino dos dias anteriores. Nos dias de treino regenerativo, vá entre 10 a 15 batimentos mais baixo que a frequência cardíaca habitual.

É importante combater essa ansiedade vinda do excesso do comprometimento aos treinos. Agir preventivamente e discutir  com o aluno essas variáveis é importamente para que ele entenda todo o processo do treinamento.

Boa sorte!

Publicado em 12/05/15 e revisado em 11/07/2017
 


Comente:


Nenhum comentário: